Topo
Blog do Nilson Xavier

Blog do Nilson Xavier

Canal Viva reprisa "Que Rei Sou Eu?" em maio

Nilson Xavier

19/03/2012 08h40

O canal Viva já tem uma novela substituta para Roque Santeiro (de segunda a sexta-feira à meia-noite e quinze): é Que Rei Sou Eu?, já com teasers no ar (as primeiras chamadas curtas que aguçam a curiosidade do telespectador). A estreia é em 7 de maio.

Que Rei Sou Eu? é um dos maiores sucessos da teledramaturgia da Globo. A novela foi ao ar originalmente entre fevereiro e setembro de 1989, e reprisou uma única vez, logo após sua apresentação, entre outubro e dezembro de 1989, em forma compacta. Escrita por Cassiano Gabus Mendes, com a colaboração de Luís Carlos Fusco, a novela foi dirigida por Jorge Fernando, Mário Márcio Bandarra, Lucas Bueno e Fábio Sabag.

No fictício reino de Avilan, três anos antes da Revolução Francesa, o Bruxo Ravengar (Antônio Abujamra), de conluio com a Rainha Valentine (Tereza Rachel), põe no trono um mendigo, Pichot (Tato Gabus Mendes), o que vem atender aos interesses dos nobres, para evitar que os rebeldes – os representantes do povo – assumam o poder, mais especificamente Jean-Pierre (Edson Celulari), filho bastardo do falecido rei e legítimo herdeiro do trono de Avilan.

A trama de capa e espada propunha uma paródia bem humorada do Brasil do final da década de 1980. O reino de Avilan era um micro cosmo do país, onde os conselheiros reais representavam os políticos corruptos. A novela retratou a instabilidade financeira do Brasil, com sucessivos planos econômicos, moeda desvalorizada que mudava de nome, elevada carga de impostos, entre outros acontecimentos comuns ao brasileiro daqueles tempos.

Que Rei Sou Eu?, estreia 07/05/2012, 0h15 com reprise às 12h no dia seguinte.

Saiba mais sobre Que Rei Sou Eu? no site Teledramaturiga.

Sobre o autor

Nilson Xavier é catarinense e mora em São Paulo. Desde pequeno, um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: em 2000 lançou o site Teledramaturgia (http://www.teledramaturgia.com.br/), cujo sucesso o levou a publicar o Almanaque da Telenovela Brasileira, em 2007.

Sobre o blog

Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.