Topo
Blog do Nilson Xavier

Blog do Nilson Xavier

Mateus Solano e Camila Queiroz não rendem como protagonistas de "Pega Pega"

Nilson Xavier

14/07/2017 10h45

Mateus Solano e Camila Queiroz (Foto: Adriana Garcia/TV Globo)

De acordo com o primeiro capítulo de "Pega Pega", Mateus Solano e Camila Queiroz são os protagonistas da novela. Ou, pelo menos, o principal casal da trama. Ou deveriam ser. Eles se apaixonaram à primeira vista e, de lá para cá, têm algum conflito. Mas falta o principal.

Logo em meu texto sobre a estreia, diagnostiquei: Mateus e Camila não têm química juntos. O casal Eric e Luiza não combina. O que foi comprovado ao longo do tempo. Eles até têm uma música-tema bonita para as cenas de amor. Mas não há liga e o romance não engrena, ou porque Luiza tem que se virar para ajudar o avô falido, ou porque Eric tem problemas com a filha adolescente e com o hotel. O romance do casal não é o foco da novela. Talvez pelos atores não funcionarem juntos.

Mateus Solano é um ator de talento incontestável. Mas falta carisma ao personagem. Por que cargas d'água Eric passa a maior parte do tempo de cara amarrada, testa franzida? Fora o terno escuro, que o deixa muito parecido com o perfil mau do Félix de "Amor à Vida".

Camila Queiroz se deu muito bem em seus trabalhos anteriores – Angel de "Verdades Secretas" e Mafalda de "Eta Mundo Bom!". Era certo que a Globo apostaria alto na moça. Mas falta química, carisma e uma trama romântica envolvente para o casal ser considerado protagonista.

João Baldasserini e Nanda Costa (Foto: Paulo Belote/TV Globo)

Em contrapartida, outros casais, secundários, funcionam melhor que Eric e Luiza: Malagueta e Maria Pia (Marcelo Serrado e Mariana Santos), o triângulo Júlio-Antônia-Domênico (Thiago Martins, Vanessa Giácomo e Marcos Veras) e Sandra Helena e Agnaldo (Nanda Costa e João Baldasserini). Nanda Costa, arrasando em sua personagem, deixou definitivamente para trás o fantasma de Morena (seu carma desde "Salve Jorge").

No capítulo de quinta-feira, houve uma sequência ótima que comprova o potencial de Sandra Helena: num showzinho da personagem, a câmera a acompanhou por vários cenários do Carioca Palace, ao som de sua música-tema ("Essa Mina é Louca", Anitta). A dobradinha com João Baldasserini funciona, empolga e diverte. Não seria má idéia promovê-los a casal protagonista.

Siga no FacebookTwitterInstagram

Sobre o autor

Nilson Xavier é catarinense e mora em São Paulo. Desde pequeno, um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: em 2000 lançou o site Teledramaturgia (http://www.teledramaturgia.com.br/), cujo sucesso o levou a publicar o Almanaque da Telenovela Brasileira, em 2007.

Sobre o blog

Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.