Blog do Nilson Xavier

Narrativa de "Onde Nascem os Fortes" avança e melhora consideravelmente

Nilson Xavier

10/06/2018 07h00

Alexandre Nero e Alice Wegmann (Foto: Estevam Avellar/TV Globo)

Em texto anterior, critiquei a morosidade da narrativa de “Onde Nascem os Fortes” ao longo de suas cinco primeiras semanas de exibição: muito tempo para pouco desenrolar de história. Pois na semana passada (a sexta de exibição), a supersérie deu uma guinada na trama com a descoberta do corpo de Nonato e o forte indício de quem seriam os assassinos do rapaz. Não sei se se já era tudo previsto ou foi uma concessão dos autores George Moura e Sérgio Goldenberg. Mas foi providencial.

A nova fase da história trouxe agilidade para a supersérie. Talvez não houvesse a necessidade de cinco semanas para a maturação de trama e personagens. Foi o risco de afugentar o telespectador, já entediado em meio ao gato-e-rato de Pedro Gouveia e Maria. Neste momento, em que a trama evolui e as intenções dos personagens estão claras, a narrativa fica mais atraente. Inclusive para os que acompanham apenas pela grade ingrata da Globo (horários alternados e geralmente avançando a meia-noite).

Patrícia Pillar (foto: reprodução)

Sob a batuta inspirada de José Luiz Villamarim e equipe, Pillar, Débora, Nero, Fábio, Wegmann, Leone, Irandhir, Maeve, Jesuíta, Enrique, Zé Dumont, Lee Taylor e Lara Tremoroux nunca desperdiçam cena. Elogiar o elenco citando os atores com os melhores personagens não implica que os coadjuvantes, tão essenciais, foram esquecidos. O trabalho primoroso de direção de cenas e atores valoriza tudo e todos os envolvidos.

Também, anteriormente, critiquei a falta de verossimilhança de alguns entrechos. Agora, tudo parece diluído em meio à história que deslanchou. Quando a narrativa convida a “voar”, o espectador precisa ser convencido a embarcar na viagem. Após turbulências, a sexta semana de “Onde Nascem os Fortes” deu o impulso que faltava para estabilizar esse voo.

Siga no Facebook – Twitter – Instagram

Sobre o autor

Nilson Xavier é catarinense e mora em São Paulo. Desde pequeno, um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: em 2000 lançou o site Teledramaturgia (http://www.teledramaturgia.com.br/), cujo sucesso o levou a publicar o Almanaque da Telenovela Brasileira, em 2007.

Sobre o blog

Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Topo