Topo
Blog do Nilson Xavier

Blog do Nilson Xavier

Quase metade do elenco de "Segundo Sol" é baiano; veja quem nasceu onde

Nilson Xavier

27/07/2018 07h00

Os baianos Cláudia di Moura e Fabrício Boliveira (Foto: reprodução)

Fiz as contas! Não é metade, é quase metade: 41% do elenco de "Segundo Sol" é baiano. Não vou entrar na questão da representatividade racial, tão comentada sobre esta novela. Trato apenas do estado de origem de cada ator do elenco da trama, que é ambientada em Salvador.

Convenhamos, 41% é um número considerável. Principalmente vindo de uma empresa que sempre centralizou sua produção e profissionais no Rio de Janeiro. Logicamente, até por uma questão de "star system", grande parte do elenco principal é de velhos conhecidos nossos – a maioria cariocas, poucos coincidentemente baianos. "Eu coloquei baianos onde pude!", me disse Vanessa Veiga, produtora de elenco da novela.

Para esta análise, considerei os atores adultos, do elenco fixo ou de participações importantes na trama, somando 53 nomes. São 31 atores não baianos e 22 baianos. O único que fica de fora dessa lista é Vladimir Brichta, por ele caber nas duas: apesar de nascido em Diamantina (MG), Brichta mudou-se com 4 anos para Salvador, onde foi criado.

São 15 atores do Rio de Janeiro: da capital Emílio Dantas (Beto Falcão), Giovanna Antonelli (Luzia), Adriana Esteves (Laureta), Deborah Secco (Karola), Luísa Arraes (Manu), Maria Luísa Mendonça (Karen), Roberta Rodrigues (Doralice), Roberto Bonfim (Agenor), Luís Lobianco (Clóvis), Thalita Carauta (Gorete), André Dias (Groa), Gabriela Moreyra (Renatinha) e Robertha Portella (Ariadna).
Também Nanda Costa (Maura), de Paraty, e Kelzy Ecard (Nice), de Santo Antônio de Pádua, municípios do estado do Rio.

6 de São Paulo: Caco Ciocler (Edgar) e Francisco Cuoco (Nestor) da capital, Letícia Colin (Rosa) de Santo André, Giovanna Lancellotti (Rochelle) de Ribeirão Preto, José de Abreu (Dodô) de Santa Rita do Passa Quatro e João Acaiabe (Pai Didico) de Espírito Santo do Pinhal.

3 de Pernambuco: Arlete Salles (Naná) de Paudalho e Armando Babaioff (Ionan) e Tuca Andrada (Juarez, pai de Narciso) de Recife.

2 de Curitiba (PR): Fabíula Nascimento (Cacau) e Odilon Wagner (Severo).

Também Chay Suede (Ícaro) de Vila Velha (ES);
Carol Fazu (Selma) de Brasília (DF);
Osmar Silveira (Narciso) de Campo Verde (MT);
Drayson Menezzes (Wander) de Porto Alegre (RS);
e Pablo Morais (Tomé) de Goiânia (GO).

A maioria dos atores do núcleo do casarão é baiano (Foto: reprodução)

22 atores de "Segundo Sol" são baianos: Fabrício Boliveira (Roberval), Claudia di Moura (Zefa), Danilo Mesquita (Valentim), Danilo Ferreira (Acácio), Narcival Rubens (Galdino), Carlos Betão (Delegado Viana), Ciro Sales (Du Love), Camila Lucciola (Katiandrea), Hugo Moura (Robinho), Dja Marthins (Quitéria), Milla Araújo (Fabiana), Ariane Souza (Meire), Ella Nascimento (Ludi), Renan Motta (Márcio Victor), Jean Amorim (Carlinhos), Zeca de Abreu (Januária), Paulo Borges (Edilei, o ex-marido de Luzia), Jackson Costa (Lourival, falecido marido de Selma), Aldri Anunciação (Artur, funcionário da empresa de Roberval), Arlinda Lima di Baio (Maria, empregada de Roberval), Ingra Liberato (Fátima, mãe de Narciso) e Raíssa Xavier (Berta, irmã de Narciso).

"Segundo Sol" é a produção fora do eixo Rio-São Paulo com o maior número de atores locais – característica também da supersérie "Onde Nascem os Fortes", com vários nordestinos no elenco, e da novela "Velho Chico", com muitos rostos desconhecidos do público do Rio e São Paulo. A nossa Teledramaturgia precisa avançar em uma série de questões, como a racial, cobrada de "Segundo Sol". Entretanto, arregimentar o talento local para produções que mostram outros lugares do Brasil já é um ganho considerável.

PS1: Badu, o menino que se destaca entre as crianças de "Segundo Sol" (filho de Gorete), é vivido por Davi Queiroz, natural de Fortaleza (CE).
PS2: Lembrei de "O Outro Lado do Paraíso", que se passava no Tocantins. Quantos atores desse estado estiveram na novela?

AQUI tem tudo sobre "Segundo Sol": trama, elenco, personagens, trilha sonora, curiosidades.
Siga no Facebook – Twitter – Instagram

Sobre o autor

Nilson Xavier é catarinense e mora em São Paulo. Desde pequeno, um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: em 2000 lançou o site Teledramaturgia (http://www.teledramaturgia.com.br/), cujo sucesso o levou a publicar o Almanaque da Telenovela Brasileira, em 2007.

Sobre o blog

Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.