Blog do Nilson Xavier

20 anos de “A Indomada” - 10 curiosidades sobre a novela

Nilson Xavier

Helena e Teobaldo Faruk (Adriana Esteves e José Mayer)

Lá se vão 20 anos da estreia de um dos programas de TV mais icônicos da década de 1990: a novela “A Indomada”, de Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares, outro sucesso por onde costumam transitar os personagens fantásticos dos autores, a exemplo de “Tieta” (1989-1990), “Pedra Sobre Pedra” (1992) e “Fera Ferida” (1993-1994), novelas anteriores com a mesma fórmula: trama ambientada no Nordeste brasileiro com pitadas de realismo fantástico e muitos personagens carismáticos. Abaixo listo 10 curiosidades que resumem bem essa produção.

Altiva (Eva Wilma)

1. Óxente mai Gódi!

O destaque foi o português com sotaque nordestino, falado pelos personagens, misturado a expressões da língua inglesa. Frases como “Uóti?”, “Istópi!” e “Óxente, mai Gódi!” – o bordão da vilã Altiva (Eva Wilma) – se popularizaram. Passada na fictícia cidade de Greenville, em algum lugar no Nordeste brasileiro, onde todos davam um grande valor às tradições britânicas, a novela apresentou uma crítica à americanização mundial. Sobre o palavreado de sua personagem, Eva Wilma comentou em sua biografia “Eva Wilma, Arte e Vida” (Edla van Steen, Imprensa Oficial do Estado de São Paulo):

Aguinaldo criou, na minha personagem, a expresão ‘óxente, mai Gódi’. (…) inclui uma colaboração de uma amiga pernambucana: ‘thank you very much, viu bichinho!’. Nessa mistura entre o regionalismo pernambucano, o anglicismo e o americanismo residia o melhor do humor crítico do autor. Colaborei também com o ‘weeeell’ bem arrastado e esganiçado, que seria o nosso ‘beeeem’. E com uma expressão inglesa, antiga, de despedida, de tchauzinho, que é ‘triu-di-lou’.

Altiva (Eva Wilma) / Pitágoras (Ary Fontoura)

2. Altiva e Pitágoras

Grandes interpretações de Eva Wilma e Ary Fontoura, que viveram a ardilosa dupla Maria Altiva Pedreira de Mendonça e Albuquerque e o deputado Pitágoras Willians Mackenzie. Foram premiados com o Troféu Imprensa de melhor atriz e melhor ator de 1997. Também foram eleitos os melhores do ano pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) – Ana Lúcia Torre (também do elenco) foi eleita a melhor atriz coadjuvante.

3. Realismo fantástico

Aguinaldo Silva mais uma vez usou o ingrediente do realismo fantástico para desenvolver a trama. Situações como a do Delegado Motinha (José de Abreu), que caiu num buraco e foi parar no Japão, de Emanuel (Selton Mello), que transformou-se num anjo, ou de Altiva, que, ao final, virou fumaça jurando voltar para se vingar, são exemplos de recursos de narrativa empregados pelo autor para conquistar os telespectadores.

Dinorá, Zenilda e Sérgio Murilo (Carla Marins, Renata Sorrah e Cássio Gabus Mendes)

4. O Cadeirudo

Tal qual acontecera em “Tieta”, em que o autor criou a misteriosa figura da Mulher de Branco, que atacava os homens de Santana do Agreste, “A Indomada” tinha o Cadeirudo, que saía em noites de lua cheia e atacava as mulheres de Greenville. A identidade do Cadeirudo foi descoberta nos últimos capítulos e, para surpresa geral, era uma mulher: a carola Lurdes Maria, personagem da atriz Sônia de Paula. O Notícias da TV, de meu amigo Daniel Castro, publicou recentemente um “por onde anda” com Sônia de Paula, leia AQUI.

5. A Inglaterra no Nordeste brasileiro

Para representar a mistura cultural do povo de Greenville, a cidade cenográfica, no Projac, mesclava fachadas vitorianas com casas nordestinas, e os cenários em estúdio continham elementos brasileiros e britânicos. As caracterizações do elenco seguiam a mesma proposta: em pleno Nordeste, os personagens usavam trajes ingleses. O figurino de Pitágoras remetia ao ex-primeiro-ministro Winston Churchill, enquanto o do delegado Motinha foi inspirado na figura do detetive Sherlock Holmes. Altiva usava casaco de pele em pleno verão!

Egídio e Mirandinha (Licurgo Spínola e Betty Faria)

6. Crossover de novelas

Em “A Indomada”, Lima Duarte fez uma participação especial revivendo seu personagem na novela “Pedra Sobre Pedra”, Murilo Pontes, que vinha a Greenville para uma partida de pôquer. E o personagem de Ary Fontoura voltou à cena em outra obra de Aguinaldo Silva: “Porto dos Milagres” (em 2001). Em princípio, o ator faria apenas uma participação especial, mas a recepção do público foi tão grande que o deputado Pitágoras acabou permanecendo na trama.

7. A abertura

Antes de estrear como atriz, Maria Fernanda Cândido aparecia correndo na abertura de “A Indomada”. Seu corpo transformava-se em elementos da natureza (fogo, pedra e água) para vencer obstáculos que surgiam em seu caminho, deixando como rastro uma um grande canavial. A abertura teve dois temas musicais: “Maracutudo” (gravação de Sérgio Mendes) e o hit “Unicamente”, com Deborah Blando (“Raiou o sol, olha o mar que alegria / Sentir você é viver em harmonia / Eu vou buscar pedras brancas pra te dar / Linda sereia, odoia Iemanjá!”).

8. Estreias

A Indomada” foi a primeira novela na Globo dos atores Rodrigo Faro, Matheus Rocha e Nívea Stellman (anteriormente ela havia feito apenas pequenas participações). Amélia Bittencourt, veterana atriz de teatro, estreava em novelas.

9. A trilha sonora

Por ser uma trama regionalista, “A Indomada” teve duas trilhas nacionais lançadas, ao invés da tradicional dobradinha trilha nacional + trilha internacional. Além da abertura (“Maracatudo”), a música mais representativa da novela foi o sucesso “Unicamente”, com Deborah Blando. Destacaram-se também a regravação de Fábio Jr. para “Impossível Acreditar que Perdi Você”; “Ciranda da Rosa Vermelha” (Elba Ramalho); “Meu Bem Querer”, com Djavan, novamente em trilha de novela; a bela “Onde Estará o Meu Amor” (Maria Bethânia); “Cana Caiana” (Alceu Valença); “Estrela” (Gilberto Gil); “I Love You Tonight” (Falcão); “Avoha!” (Zé Ramalho); “Vem Nhanhá” (Na Boquinha da Garrafa); e “Pra Ficar Contigo” (Maurício Mattar).

10. Não confunda…

A Indomada” (Globo, 1997) com a novela “A Indomável”, de Ivani Ribeiro, apresentada pela TV Excelsior em 1965, baseada em “A Megera Domada” de Shakespeare. Uma não tem nada a ver com a outra.

AQUI tem tudo sobre “A Indomada”: a história, o elenco, os personagens, a trilha e mais curiosidades.
Fotos: divulgação.
Siga no TwitterFacebookInstagram

 

Sobre o autor

Nilson Xavier é catarinense e mora em São Paulo. Desde pequeno, um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: em 2000 lançou o site Teledramaturgia (http://www.teledramaturgia.com.br/), cujo sucesso o levou a publicar o Almanaque da Telenovela Brasileira, em 2007.

Sobre o blog

Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
Topo