Blog do Nilson Xavier

A supersérie “Os Dias Eram Assim” não passa de um novelão

Nilson Xavier

Sophie Charlotte e Renato Góes (Foto: Sergio Zalis/TV Globo)

É uma supersérie. Mas é uma novela.

Foi um capítulo de novela o que se viu na estreia de “Os Dias Eram Assim”, nessa segunda, 17/04. E parece que temos um novelão pela frente, com todos os clichês do gênero. A trama central não passa de um “Romeu e Julieta” ambientado nos Anos de Chumbo, com famílias de ideais opostos que são contra o romance dos jovens Renato e Alice (Renato Góes e Sophie Charlotte).

As autoras já deixaram claro na estreia: o vilão é a Ditadura. À primeira vista, num sentido mais direcionado, através dos personagens de Antônio Calloni e Daniel de Oliveira, traçados com uma carregada dose de maniqueísmo. Por ganância, poder e intolerância, eles farão de tudo para impedir o amor puro do casal central. Folhetim na veia.

LEIA AQUI Por que a Globo anuncia “Os Dias Eram Assim” como uma “supersérie”?

O período retratado (os Anos de Chumbo) não é novidade na nossa Teledramaturgia. A primeira lembrança é a minissérie “Anos Rebeldes” (1992), cuja trama se inicia logo após o Golpe de 1964. Nesta, os protagonistas foram separados, não por suas famílias, mas por seus próprios ideais de vida, incompatíveis. O mesmo ponto de partida iniciou a novela “Amor e Revolução”, do SBT (2011), com o romance entre uma líder do movimento estudantil e um jovem militar. “Os Dias Eram Assim” avança até 1984, com a campanha das Diretas Já – também já retratada, na minissérie “Decadência” (1995).

O roteiro é assinado por Ângela Chaves e Alessandra Poggi, estreantes como autoras titulares. Ângela fez parte da equipe do “Você Decide” (1997) e colaborou nas novelas “Celebridade”, “Páginas da Vida”, “Viver a Vida” e “Em Família” (entre 2003 e 2014). Alessandra começou no programa “Gente Inocente”, colaborou em temporadas da “Malhação” (de 2003 a 2010) e integrou a equipe de Miguel Falabella na novela “Aquele Beijo” e nas séries “Pé na Cova” e “Sexo e as Negas” (entre 2012 e 2014).

A supersérie tem um cuidado extra na fotografia, nas tomadas, na reconstituição do Rio de Janeiro de 1970 e na trilha sonora. É tudo muito bonito, muito bem dirigido, muito “cinematográfico” (direção artística de Carlos Araújo). Mas um “biscoito fino” é o mínimo que se espera da Globo nesse horário, reservado para produções com mais apuro técnico e estético. Do elenco, Antônio Calloni e Natália do Valle foram os que mais se destacaram nessa estreia. Aguardemos os próximos capítulos (um clichê novelístico que cabe aqui).

Siga no FacebookTwitterInstagram

Sobre o autor

Nilson Xavier é catarinense e mora em São Paulo. Desde pequeno, um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: em 2000 lançou o site Teledramaturgia (http://www.teledramaturgia.com.br/), cujo sucesso o levou a publicar o Almanaque da Telenovela Brasileira, em 2007.

Sobre o blog

Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
Blog do Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
UOL TV e Famosos - Blogs - Nilson Xavier
Topo