Topo
Blog do Nilson Xavier

Blog do Nilson Xavier

Domingos Montagner: dessa vez a vida não imitou a arte

Nilson Xavier

15/09/2016 19h16

Domingos Montagner (Foto: Caiuá Franco/TV Globo)

Domingos Montagner (Foto: Caiuá Franco/TV Globo)

Infelizmente perdemos Domingos Montagner. O ator (paulistano, de 54 anos) foi nadar no Rio São Francisco, num intervalo de gravação de “Velho Chico”, hoje (15/09), e acabou levado pela correnteza. Leia mais AQUI.

Uma triste coincidência com seu personagem na novela, Santo dos Anjos. Porém, dessa vez, a vida não imitou a arte. Na trama, Santo passou semanas desaparecido no São Francisco, até ser encontrado, com vida.

Outra coincidência: foi a segunda vez, subsequente, que Domingos interpretou um personagem que era dado como morto após um naufrágio. A anterior foi na novela “Sete Vidas”, no ano passado, em que interpretou Miguel.

Esta foi a segunda baixa de “Velho Chico”. O ator Umberto Magnani (o Padre Romão das primeiras fases da trama) morreu em 27 de abril (tinha 75 anos), dois dias depois de sofrer um acidente vascular encefálico hemorrágico durante uma gravação da novela. O ator Carlos Vereza foi chamado para viver outro padre (Benício) que fez as vezes do personagem de Magnani.

A trama está programada para ter seu último capítulo exibido dia 30 de setembro (em pouco mais de duas semanas). Vamos aguardar para saber qual desfecho a Globo, a direção da novela e os autores darão a Santo e a “Velho Chico”.

Domingos Montagner foi o terceiro protagonista de uma novela da Globo que faleceu durante a sua exibição. Os anteriores foram Sérgio Cardoso em “O Primeiro Amor'' (1972) e Jardel Filho em “Sol de Verão'' (1983). Leia também:  50 atores e outros profissionais de TV que faleceram durante as novelas (atualizado)

Siga no TwitterFacebookInstagram

Sobre o autor

Nilson Xavier é catarinense e mora em São Paulo. Desde pequeno, um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: em 2000 lançou o site Teledramaturgia (http://www.teledramaturgia.com.br/), cujo sucesso o levou a publicar o Almanaque da Telenovela Brasileira, em 2007.

Sobre o blog

Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.